Cadastre seu Email

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Guarda municipal é morto a tiros em estrada de Cerquilho

É a segunda morte de agente de segurança na região no fim de semana

Marcelo Roma
marcelo.roma@jcruzeiro.com.br

O guarda civil municipal José Roberto da Silva, 37 anos, foi morto com três tiros na estrada vicinal Pedro Della Torre, em Cerquilho, no sábado à noite. Ele não estava em serviço, mas portava um revólver calibre 38, que não chegou a disparar. José Roberto trabalhava na GCM de Cerquilho e o sepultamento foi feito no final da tarde de deste domingo, no cemitério municipal. Foi a segunda morte de agente de segurança na região durante o fim de semana. Em Sorocaba, um policial militar aposentado foi morto a tiros em frente a uma padaria no Jardim Prestes de Barros, na sexta-feira à noite.

As circunstâncias do homicídio em Cerquilho estão sendo investigadas pela Polícia Civil. O guarda foi ferido com três tiros ao lado do seu carro, um Uno, no início da estrada vicinal, saída da cidade para Jumirim, por volta das 20h. Moradores ouviram os disparos e avisaram a Polícia Militar. José Roberto foi levado ainda com vida para a Santa Casa de Cerquilho, mas não sobreviveu aos graves ferimentos. A investigação é coordenada pela delegada Silvia Betti Albiero.

Logo após os disparos, um carro - que pode ter sido usado pelo autor do homicídio - saiu rapidamente do local. Policiais militares fizeram buscas a fim de localizar pessoas com arma e que poderiam ter alguma relação com o crime, mas nenhum suspeito foi preso até este domingo à tarde. Nada teria sido roubado do guarda municipal, o que descarta a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte). A principal hipótese é de vingança por alguma desavença, não se sabe se no exercício da profissão ou por questão particular. 

Na sexta-feira à noite, o policial militar aposentado Adilson Lopes, 50 anos, foi morto com pelo menos cinco tiros na rua Emerenciano Prestes de Barros, às 20h. Ele não estaria armado. O autor do crime chegou em um Celta, desceu do carro armado com pistola calibre ponto 40 e com capuz cobrindo o rosto. Mandou Adilson virar-se de costas, ficando de frente para uma parede, e fez os disparos. 

Momentos antes, o policial conversava com um conhecido, que correu para a padaria pois pensou que era um assalto. A Polícia Civil de Sorocaba investiga o crime. Imagens da câmera de segurança da padaria estão sendo analisadas e poderão ajudar no esclarecimento. 

Outro caso

No ano passado, no dia 9 de agosto, o subcomandante da GCM de Mairinque, Laércio de Souza Lanes, 48, e a esposa Lindalva Lanes, 38, foram mortos a tiros dentro de casa. O crime aconteceu em Mairinque e também foi baleado o filho do casal, de 10 anos, mas que sobreviveu à tragédia. A polícia apurou que houve latrocínio e identificou os acusados, incluindo dois adolescentes. A quadrilha queria armas e o dinheiro da venda de uma casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!