Cadastre seu Email

sábado, 9 de janeiro de 2016

Bases da GM desativadas há anos viram criadouro do Aedes aegypti

Moradores de Tatuí temem larvas do mosquito, que podem transmitir dengue.
Prefeitura disse que desativação objetiva centralizar ocorrências de bairros.

Do G1 Itapetininga e Região
Três bases comunitárias da Guarda Municipal (GM) em Tatuí (SP) estão abandonadas e servem como criadouro para o mosquito Aedes aegypti. Segundo moradores, todas as unidades funcionaram por alguns meses, mas foram desativadas há anos. O medo da população é que os locais possam ter larvas do mosquito que pode transmitir dengue, zika vírus e chikungunya.
Eles dizem que os locais, que deveriam servir de exemplo à população, estão repletos de sujeira, mato alto, garrafas pet, além de outros recipientes que podem acumular água.
Um dos postos desativados da GM fica na Rua Joaquim Lourenço, na Vila Americana, em Tatuí. Mas os problemas não se restringem aos riscos de transmissão de doenças por meio do mosquito Aedes aegypti. Segundo moradores, raramente alguém da GM aparece no local.
A população afirma ainda que, quando há alguma ocorrência que depende do atendimento da Guarda, o tempo de espera é de pelo menos 20 minutos por causa do deslocamento da base mais próxima que fica a aproximadamente cinco quilômetros da área. "Aqui é muito distante. E a gente precisa de alguma coisa para proteger a gente", afirmou o pedreiro Inivaldo Andrade.
Base da GM em Tatuí está abandonada e cheia de mato alto (Foto: Reprodução/TV TEM)Base da GM em Tatuí está abandonada e cheia
de mato alto (Foto: Reprodução/TV TEM)
A mesma situação foi encontrada na entrada do bairro Santa Rita de Cássia. A vegetação cresce sem controle e, movimento por aqui, só mesmo de alguns moradores que passam em frente e dos galhos de uma palmeira por causa do vento. O carro da GM e guardas municipais não são vistos com frequência.
O aposentado Airton Vieira mora na região há dez anos. Ele conta que meses atrás pediu ajuda aos guardas para socorrer ou pelo menos chamar uma ambulância para um amigo que estava ferido. "Eu precisei socorrer. Eu levei embora porque ninguém me atendeu. Às vezes o carro aparece, mas já some", disse.
A dona de casa Maria Inês Carvalho não entende por que a base sem utilização não é usada para outra função. "Eles podiam fazer um posto de saúde para nós, pois antes era. Mais perto, seria melhor, mais do que a base da guarda.”
A última flagrada pela equipe de reportagem da TV TEM foi no bairro Enxovia. A base é a que apresenta melhor estrutura, mas mesmo assim é possível observar sujeira na entrada. Na porta do local há telhas e pedregulhos para reforma e nenhum guarda trabalhando.
Resposta da Prefeitura
A Prefeitura de Tatuí informou, por meio de nota, que a determinação de desativar as bases da Guarda Municipal foi dada pela Secretaria de Governo, Segurança Pública e Transportes. A intenção é centralizar as ocorrências dos bairros próximos a essas unidades e agilizar o atendimento, segundo a administração.

Sobre a base da Vila Americana, a prefeitura disse que está desativada desde 2014. Afirmou também que os imóveis não serão reativados para ações da GM e que devem ser reaproveitados para execução de outros serviços ainda não definidos. Atualmente, 150 guardas atuam em Tatuí.
Ainda de acordo com a prefeitura, os patrulhamentos urbano e rural foram intensificados e vão a todos os bairros da cidade. O Executivo disse ainda que levantamentos apontam diminuição nos casos de criminalidade.
A prefeitura não informou os valores investidos nas construções. Disse ainda que agentes da Vigilância Epidemiológica devem visitar os prédios desativados para eliminar possíveis criadouros do Aedes aegypti e que equipes de manutenção também vão estar nesses locais para realizar os serviços de limpeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!